República Democrática do Congo anuncia novo presidente

0
  •  
  •  

Por dentro da África

Félix Tshisekedi – Reprodução do Youtube

Félix Tshisekedi, principal candidato da oposição na República Democrática do Congo, foi anunciado como o novo presidente do país (com 38,57% dos votos). Divulgado nesta quinta-feira (10) pela Comissão Eleitoral, o resultado provisório coloca-o à frente do também candidato da oposição Martin Fayulu (com 34,8% dos votos).

Felix é filho de Étienne Tshisekedi (falecido em 2017), que foi primeiro-ministro do país nos anos 90 e líder do Union for Democracy and Social Progress (UDPS). No final de 2008, Félix foi nomeado como Secretário Nacional  do UDPS para relações externas.  Em novembro de 2011, ele se tornou membro da Assembleia Nacional, representando a cidade de Mbuji Mayi na província de Kasai-Oriental. Em 31 de março de 2018, foi eleito para liderar o UDPS.

Leia também: Governo da República Democrática do Congo bloqueia internet no país após eleições

Se confirmado o resultado da eleição realizada no dia 30 de dezembro, Tshisekedi será o primeiro representante da oposição a vencer desde que a República Democrática do Congo se tornou independente, em 1960.

O conturbado processo eleitoral no país foi adiado desde dezembro de 2016. Joseph Kabila, presidente desde 2001, não poderia voltar a concorrer por já ter cumprido dois mandatos, como prevê a Constituição. Ele assumiu a presidência após o assassinato do pai, o então presidente Laurent Kabila, em 2001. De 2006 a 2016, Joseph Kabila cumpriu dois mandatos como presidente. A sua saída, esperada em dezembro de 2016, não ocorreu.
O sucessor preferido do presidente Joseph Kabila era Emmanuel Ramazani Shadary. Como concorrentes estavam Félix Tshisekedi e o businessman Martin Fayulu, que poderá questionar o resultado das eleições na Justiça.

  •  
  •