Presidente egípcio anuncia reformulação do governo

0
39

RIO – Para enfrentar a crise econômica e na tentativa de conseguir um empréstimo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), o atual presidente egípcio, Mohamed Mursi, anunciou a reformulação do governo com 10 novos ministros, que tomaram posse em uma cerimônia neste domingo.

Al-Mursi Al-Sayed Hegazy, especialista em finanças islâmicas substituirá o ministro das Finanças, Momtaz al-Said, criticado pelos líderes da Irmandade Muçulmana por conta de sua proximidade com os ex-dirigentes militares que estiveram no poder após a queda de Hosni Mubarak, em fevereiro de 2011.

A nova reformulação do governo foi anunciada em 26 de dezembro de 2012, junto com a aprovação (63,5% dos votos) da nova Constituição. Apesar de ter sido legitimada, a oposição critica o texto com a justificativa de que ele não garante as liberdades individuais e os direitos das mulheres e minorias. Uma nova eleição para o Parlamento deverá ser marcada até fevereiro.

Por dentro da África