Ciclone deixa mais de 100 mortos em Moçambique, Malawi e Zimbábue

0
  •  
  •  

Foto de European Commission (ECHO) – Jacqueline Chinoera

Por dentro da África

A passagem do ciclone Idai por Moçambique, Malawi e Zimbábue deixou mais de 100 mortos, centenas de desaparecidos e desabrigados. A cidade da Beira, em Moçambique, foi a região mais afetada.

De acordo com dados do governo moçambicano, pelo menos 48 pessoas morreram em decorrência do desabamento de casas e afogamentos. O ciclone atingiu a Beira na quinta-feira (14), deixando a capital provincial com eletricidade e comunicações limitadas.

No Zimbábue, o governo registrou 31 mortes, principalmente em Chimanimani, na fronteira com Moçambique. Estradas e pontes desapareceram dificultando o resgate. No Malawi, pelo menos 56 pessoas morreram e 80 mil estão deslocadas.

Segundo informações das Nações Unidas, a tempestade tropical afetou mais de 1,5 milhão de pessoas nos três países.


  •  
  •