Rio de Janeiro receberá exposição com obras de Seydou Keïta

0

Foto de Seydou Keïta, Mali

Com informações do IMS

A partir de 5 de setembro, o Instituto Moreira Salles no Rio, receberá uma exposição com obras de Seydou Keïta. Considerado um dos precursores dos retratos de estúdio na África, Seydou Keïta (1921-2001) deixou um registro precioso das expressões e dos costumes de Mali, onde nasceu.

Ao longo da carreira, Seydou Keïta (1921-2001) produziu inúmeros retratos dos habitantes de seu país, o Mali. Em seu estúdio, localizado perto da estação ferroviária de Bamako, registrava as expressões, os vestuários e os gostos dos visitantes que passavam por lá. Realizadas entre 1948 e 1962, as imagens também mostram um período de transformação no Mali, quando o país caminhava rumo à independência, em 1960.

Um recorte dessa extensa produção será exibido na mostra Seydou Keïta, no IMS Paulista. A exposição reunirá 130 obras do fotógrafo, considerado um dos precursores dos retratos de estúdio na África. A curadoria é de Jacques Leenhardt, diretor da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris, e Samuel Titan Jr., coordenador executivo cultural do IMS.

Serviço:

Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea, Rio de Janeiro
Em cartaz de 5 de setembro, às 18h, a 27 de janeiro de 2019.
Curadoria de Jacques Leenhardt, diretor da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris, e Samuel Titan Jr., coordenador executivo cultural do IMS.
Saiba mais aqui


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here