Estudantes da Guiné-Bissau denunciam valor abusivo para renovação de passaporte

0
  •  
  •  

UNILAB – Bahia – Arquivo Pessoal

Nota dos estudantes da Guiné-Bissau enviada ao Por dentro da África

Estudantes guineenses da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira-UNILAB em São Francisco do Conde, Bahia, tomou conhecimento sobre a vinda da delegação para emissão dos passaportes. Gostaríamos de aproveitar essa oportunidade pra denunciar o aumento abusivo do serviço: de aproximadamente 100 reais para 300 reais.

A vinda da delegação merece aplauso da nossa parte, mas queremos recordar que o governo estipulou 30 euros (cerca de 100 reais) para cada estudante. Na embaixada da Guiné-Bissau em Brasília o valor é de 15 euros (cerca de 50 reais) para renovação. Neste ano, a comissão estipulou o preço de cerca de 100 euros (325 reais). Para tal, questionamos o seguinte:

– A delegação que está prevista para renovar nossos passaportes é oficial ou é um grupo de pessoas que quer tirar proveito sobre nossos desesperos?

– Se a delegação for oficial, por que não está a cumprir com o ofício do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e das Comunidades de dezembro de 2015 que reduziu o preço dos passaportes para 30 euros para estudantes.

– Em virtude dessa injustiça, queremos alertar a comissão que, o que nós precisamos é a renovação dos passaportes e não a emissão de um novo passaporte. Embora o governo sugira mudança da caderneta, isso não deveria triplicar o valor.

Assistimos a uma entrevista de Armando Conte com o embaixador Dino Seide, na qual ele afirma que o governo está preocupado com a nossa situação e está engajado em nos ajudar. Se esta é a ajuda (aumentar o valor) que estão oferecendo, dispensamos. Pois, só piora nossa situação.

Queremos alertar que viemos para o Brasil sem nenhum apoio do governo da Guiné-Bissau e até agora não recebemos nenhum. A nossa subsistência no Brasil depende do auxílio de 530 reais que recebemos da universidade para alimentação e moradia. Nosso visto de estudante nos proíbe de exercer qualquer atividade remunerada, sendo assim, não estamos em condições de pagar a renovação dos passaportes no valor de 325 reais. Esperamos uma explicação em breve antes da chagada da delegação.

Respeitosamente,

Magnusson Da Costa, Neemias António Nanque, Irvan Augusto Co, Danildo Camala Correia, Mamadu Seidi, Braima Seidi, Mamadu Baldé, Natalia Ernesto Cá, Ró Gilberto Gomes Cá, Victor Cassama, Janica Zaida Lopes Ndela, João Eusebio Imbatene, Manuela Gomes Pereira, Rossa Assanatu Baldé, Suleimane Alfa Bá, Ocante António Ié, Moacir Armando Soares da Gama, Edneusa Diamantino Cá, Ariana de Almeida Pinto, Vania I. Encanha, Naentrem Manuel Oliveira Sanca, Baticã Braima Ença Mané, Duinalom Fernando Cambanco

 

 


  •  
  •