Secretário-geral da ONU diz que África é exemplo de solidariedade com migrantes e refugiados

0
  •  
  •  

Foto de C Tijerina Cameroon – ACNUR

Com informações da ONU News

Durante encontro realizado no último sábado (9) em Adis Abeba, capital da Etiópia, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que as nações africanas estão dando exemplo aos países mais ricos no tratamento de refugiados.

Guterres, que passou dez anos como alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados, disse que as fronteiras africanas estão abertas para refugiados e que o continente está na liderança quando se trata de abordar os fluxos migratórios.

Ele lembrou que, ao contrário da percepção popular, há mais migrantes africanos em outros países do continente do que na Europa. Guterres pediu que os pactos globais da ONU sobre Migração e Refugiados sejam totalmente implementados.

Segundo a Agência das Nações Unidas para Refugiados, ACNUR, a África Subsaariana abriga mais de 26% da população mundial de refugiados. São cerca de 18 milhões de pessoas, devido a conflitos e crises contínuas na República Centro-Africana, Nigéria, Sudão do Sul e Burundi.

Na véspera da cimeira, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que cerca de 13,5 milhões de crianças estão desalojadas no continente e pediu que  os líderes africanos implementem políticas e programas para proteger e capacitar crianças refugiadas, migrantes e deslocadas.


  •  
  •