Universidade recebe palestra “Fontes Ajami para a história do norte de Moçambique”

0

Foto de Regiane Augusto de Mattos - Moçambique
Foto de Regiane Augusto de Mattos – Moçambique

No dia 7 de junho, às 14h, o pesquisador Chapane Mutiua, do Centro de Estudos Africanos da Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique, fará a palestra “Fontes Ajami para história do Norte de Moçambique: Correspondências, Utenzi e Nasaba” no Programa de Pós-Graduação História Social da Cultura da PUC-Rio.

Segundo Chapane Mutiua, responsável pelo estudo, a pesquisa tem como objetivo analisar o papel das fontes ajami para a escrita da história do Norte de Moçambique.

– Para este estudo, fontes ajami correspondem aos documentos escritos com recurso ao alfabeto árabe em línguas daquela região, com destaque para o Kiswahili, Kimwani, Ekoty e Emakuwa, tais como as correspondências do acervo do Arquivo Histórico de Moçambique, os poemas épicos ou simplesmente Utenzi (Kiswahili, pl. Tenzi) e as coleções de histórias sobre a origem dos reinos e chefaturas locais assim como as respectivas sucessões dinásticas localmente designados de nasaba – explicou Chapane.

Além de apresentar uma análise descritiva desta importante componente da herança Islâmica-Swahili do norte de Moçambique, a pesquisa procura compreender o seu valor sócio-histórico promovendo a sistematização da sua pesquisa com vista a sua difusão e preservação.

*A palestra faz parte das atividades do Projeto Acervo Digital da história e cultura swahili do norte de Moçambique (Pró-Africa-CNPq).

Para saber mais sobre a pesquisa, clique aqui

Serviço:
PUC Rio
Prédio Frings – Sala F408
Horário: 14h