UNICEF intensifica ação para o retorno de mais de 500 mil crianças às escolas no Mali

0
  •  
  •  

Sala de aula no Mali - Foto: World Vision Genebra – O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) anunciou nesta terça-feira que vai intensificar os esforços para ajudar meio milhão de crianças no Mali a retomarem os estudos, que foram interrompidos pelo conflito e a crise de nutrição no norte do país.

A porta-voz do UNICEF, Marixie Mercado, disse em Genebra, na Suíça, que o fundo e seus parceiros já entregaram materiais escolares para mais de 90 mil estudantes. Durante o próximo ano letivo, 9 mil professores receberão treinamento e serão criados espaços temporários para que possam ensinar enquanto as escolas são recondicionadas ou reparadas.

Desde janeiro de 2012, uma rebelião étnica tuaregue e insurreição de extremistas islâmicos deslocaram centenas de milhares de pessoas. O governo malinês teve de pedir ajuda da França para impedir a marcha dos extremistas ao sul do país. O conflito provocou uma grave crise humanitária que afetou muitas áreas no norte do Mali.

O conflito também destruiu e danificou cerca de 200 escolas. Muitas foram reabertas no início deste ano e as salas de aula nas áreas de Gao e Timbuktu – muito afetadas pelos confrontos – ficaram precárias. No sul, as salas de aula já superlotadas receberam aproximadamente mais 75 mil estudantes deslocados.

Segundo Mercado, embora a agência planeje ampliar suas operações, o financiamento ainda é uma restrição. Apenas 27% dos 12 milhões dólares necessários para a educação de emergência foram recebidos até agora.

Com informações da ONU


  •  
  •