República Democrática do Congo registra novo surto de ebola

0
  •  
  •  

Resposta ao ebola na República Democrática do Congo – Divulgação OMS

Com informações da OMS

O governo da República Democrática do Congo (RDC) anunciou nesta segunda (1 de junho) a ocorrência de um novo surto do vírus Ebola na zona sanitária de Wangata, Mbandaka, na província de Equateur. O anúncio surge como um longo, difícil e complexo surto de ebola no Leste do país, que se encontra na sua fase final.

“Este é um aviso de que a Covid-19 não é a única ameaça à saúde que as pessoas enfrentam. Embora grande parte da nossa atenção esteja voltada para a pandemia, a OMS continua a acompanhar e a responder a muitas outras emergências sanitárias”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral da OMS.

Este é o 11º surto de ebola na RDC desde que o vírus foi descoberto pela primeira vez no país, em 1976. A cidade de Mbandaka e arredores foram o local do 9º surto de ebola em RDC, que teve lugar de maio a julho de 2018.

“Está a acontecer num momento difícil, mas a OMS trabalhou nos últimos dois anos com as autoridades sanitárias, o CDC africano e outros parceiros para reforçar a capacidade nacional de resposta aos surtos”, afirmou o Dr. Matshidiso Moeti, Diretor Regional da OMS para África.

A OMS já está no terreno em Mbandaka a apoiar a resposta a este surto, como parte da capacidade construída durante o surto de 2018. A equipe apoiou a recolha e análise de amostras, bem como a referência ao laboratório nacional para confirmação. O rastreio dos contatos está em curso. Estão em curso trabalhos para enviar fornecimentos adicionais do Kivu do Norte e de Kinshasa para apoiar a resposta liderada pelo governo.

O 10º surto de Ébola na RDC, nas províncias do Kivu Norte, Kivu Sul e Ituri, está na sua fase final. Em 14 de Maio de 2020, o Ministério da Saúde iniciou a contagem decrescente de 42 dias até à declaração do fim desse surto.


  •  
  •