Campanha de vacinação contra cólera quer alcançar 450 mil pessoas na Somália

0
  •  
  •  

Somalia_polio-mission-lede2
Campanha de vacinação na Somalia – Foto de WHO

Com informações da ONU

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o governo da Somália lançaram nessa quarta-feira (15) uma campanha de vacinação oral contra o cólera que busca alcançar mais de 450 mil somalis em sete áreas de alto risco no país.

De acordo com o comunicado da OMS, a primeira campanha de vacinação contra a doença acontece em um momento crítico na Somália, tendo em vista que as autoridades anunciaram recentemente que a seca em curso na região é um desastre nacional e há o risco de o país entrar em crise de fome novamente.

“Essa é uma das maiores campanhas de vacinação oral contra o cólera na África”, afirmou o representante da OMS no país, Ghulam Popal.

“Essa iniciativa vai contribuir para a redução do número de novos casos da doença, interromper a transmissão e limitar a propagação do cólera”, continuou.

A Somália está enfrentando um surto de cólera em grande escala, com cerca de 11 mil casos e 268 mortes notificadas em 11 regiões desde o início de 2017. Isso representa mais da metade do número de casos relatados em 2016.

A campanha está sendo realizada em comunidades selecionadas em Mogadíscio, Kismayo e Beledweyne através de uma combinação de operações fixas e móveis, para facilitar a acessibilidade das comunidades.

As vacinas, que serão administradas a pessoas em situação de risco com idade de um ano ou mais, estão sendo entregues em duas rodadas. A primeira rodada da campanha começou nessa quinta-feira (16) e continuará até 19 de março, e a segunda rodada será realizada entre os dias 18 e 22 de abril.

Os esforços de resposta do Ministério da Saúde, da OMS, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e dos parceiros na área de saúde incluíram a busca ativa de casos, seu gerenciamento, uma campanha intensiva de cloração doméstica e a conscientização da comunidade.

 


  •  
  •  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here