Importação de alimentos deve reduzir na África

0
  •  
  •  

RIO – Em todo o ano de 2011, o continente africano importou cerca de 43 milhões de toneladas de gêneros alimentícios (sendo 2 milhões provenientes de ajuda alimentar humanitária). Os dados foram fornecidos por peritos durante a 8 reunião do Comitê sobre Segurança Alimentar e Desenvolvimento Sustentável, realizada em Addis Abeba, na Etiópia.

Para 2012, a expectativa é de que as importações recuem, apesar de a ajuda alimentar alcançar os 2,3 milhões. Segundo o relatório produzido ao longo das discussões – que seguirão até – o continente continua a não produzir quantidade suficiente para sanar a demanda. Os países mais afectados pela escassez de cereais são: Gâmbia (56%), o Chade (49%), o Senegal (36%), o Níger, a Mauritânia (34%) e o Burkina Faso (20%).

Os dados sinalizam a urgência em fortalecer a agricultura na África e a dependência de outros países. Organizações humanitárias alertam que, na África Ocidental, especialmente na zona sahelina, mais de 16 milhões de pessoas padecem de insegurança alimentar.

 

Por dentro da África 


  •  
  •