Rio de Janeiro: Universidade realizará encontro sobre a memória da escravidão

0

Com informações da UNIRIO  

No dia 1 de novembro, a UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) realizará a oficina “Construção do Brasil: cor, costumes, fé e tradição”. O encontro será sediado no Museu de Arte do Rio.

Entre o final do século XVIII e a primeira metade do século XIX, a região da Pequena África foi caracterizada pelas atividades de comércio e recepção dos africanos escravizados. Hoje, as ruínas do Valongo e o Cemitério dos Pretos Novos marcam a passagem de cerca de um milhão de africanos pela Pequena África.

Leia também: “Precisamos resistir e valorizar a memória da escravidão’

Na virada do século XIX para o XX, a vida cultural da Pequena África e da própria cidade foi renovada, com a chegada de migrantes negros, vindos especialmente da Bahia e de antigas áreas cafeeiras do Vale do Paraíba, e de imigrantes portugueses, italianos e judeus. A Pequena África passou a ser o centro de criação da cultura negra carioca e da organização de novas formas de mobilização política.

Serviço:
1 de novembro, às 10h
Museu de Arte do Rio
Praça Mauá, 5, Centro, 20081-240 Rio de Janeiro

Saiba mais aqui 

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here