VIVADANÇA: Festival Internacional amplia conexões com o continente africano

0
  •  
  •  

Dancing at Dusk_Crédito © polyphem Filmproduktion (

Com informações de Festival Viva Dança

Entre os dias 29 de abril e 9 de maio de 2021, o VIVADANÇA Festival Internacional apresenta sua 14ª edição. Totalmente adaptado ao formato online e digital, o evento recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MCs.

Participam desta edição produções artísticas de 12 países: Brasil, Alemanha, França, Moçambique, Senegal, Espanha, Polônia, Togo, Namíbia, Camarões, Níger e Tanzânia. Toda a programação é aberta e gratuita para o Brasil, com exceção do espetáculo de abertura “Dancing at dusk – um momento com A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, que custa R$ 10. A programação completa está no site: www.festivalvivadanca.com.br

O VIVADANÇA tem início com um espetáculo muito especial: uma versão africana da icônica coreografia “Sagração da Primavera”, da alemã Pina Bausch. Intitulada “Dancing at Dusk/Dançando ao anoitecer – um momento com “A Sagração da Primavera de Pina Bausch”, a versão será apresentada em formato de filme, realizado durante um ensaio geral do espetáculo no Senegal, que viria a estrear antes da pandemia em 2020.

Uma coprodução entre Senegal, Alemanha e Reino Unido, o filme mostra a coreografia dançada por 38 bailarinos de 14 países africanos. A peça audiovisual, exibida na plataforma Festival Scope e com o apoio do Goethe-Institut, estreia dia 29 de abril de 2021 às 20h e fica disponível por uma semana.

BAHIA MUNDO

Em 2021, o VIVADANÇA Festival Internacional lança o Bahia Mundo, podcast em cinco episódios com bailarinos e coreógrafos baianos que saíram da Bahia e ganharam o mundo. Ao longo do programa, conheceremos a experiência de artistas que se estabeleceram no mercado profissional da dança em países como Alemanha, China, França e Estados Unidos. A ideia é conhecer suas trajetórias que inspiram a abrir novos horizontes de possibilidades no campo da dança no mundo. Os convidados desta primeira temporada são: Armando Pekeno (França), Augusto Soledade (Estados Unidos), Carlos Sampaio (Alemanha), Dimi Ferreira (França) e Evelin Keller (Hong Kong). Os episódios estreiam entre os dias 5 e 9 de maio de 2021, sempre às 16h, e podem ser escutados diretamente no site: www.festivalvivadanca.com.br/bahia-mundo

HIP HOP VIVADANÇA

Parte fundamental do VIVADANÇA, o Hip Hop se faz presente na edição online do festival. A batalha de break traz ao VIVADANÇA o universo das danças urbanas, em uma grande celebração do Movimento Hip Hop, que desde o ano passado conta também com a batalha de MCs e de popping. https://festivalvivadanca.com.br/hiphop/

MOSTRA BAIANA

Desde 2014 a Mostra Baiana de Dança Contemporânea abre o palco para novos espetáculos, colocando-os em contato com uma rede de conexões e parcerias internacionais com o objetivo de profissionalização. https://festivalvivadanca.com.br/mostra-baiana2021/

MOSTRA CASA ABERTA

Tradicional no VIVADANÇA, a Mostra Casa Mostra Casa Aberta acontece há 12 anos e celebra a diversidade da dança na Bahia, acolhendo diferentes formatos – solos, duos, trios, quartetos e grupos – com o objetivo de incentivar a profissionalização de artistas da dança na Bahia. https://festivalvivadanca.com.br/mostra-casa-aberta2021/

NETWORKING e INTERCÂMBIOS – rede de trocas online aproxima artistas da dança

Os intercâmbios culturais, já tradicionais do festival ao longo da sua história, em 2021 tomam proporções mais abrangentes com encontros de negócios, trocas sobre processos criativos, bate-papos sobre a dança em um mundo em pandemia, e apresentações de oportunidades diversas para o futuro. Mais informações: https://festivalvivadanca.com.br/networking2021/

Acompanhe aqui
www.festivalvivadanca.com.br


  •  
  •