Por dentro da África é destaque no jornal O Globo

0
170

Natalia da Luz, Por dentro da África

No último domingo (24), o Por dentro da África foi destaque no Jornal O Globo. A reportagem contou a história de um projeto mantido pelo empenho dos voluntários e confiança dos leitores. Ao longo de três anos, Por dentro da África se tornou fonte de informações valiosas sobre o continente, priorizando a história contada pelos próprios africanos e por aqueles que, durante anos, estudam a história e cultura de um continente de riquezas inesgotáveis.

Em nosso site, mais de 20 colaboradores do Brasil e de diferentes países da África compartilham conhecimento em forma de artigo, entrevista, tese, pesquisa, vídeo, dissertação, poema. O conhecimento não tem modelo, não precisa de diploma, ele é livre, sem paredes nem correntes.

Pose para foto diante do Hospital de Mulheres e Crianças em Burundi - Registro da leitora Fotógrafa Virginia Maria Yunes — em Burundi.
Pose para foto diante do Hospital de Mulheres e Crianças em Burundi – Registro da leitora Fotógrafa Virginia Maria Yunes — em Burundi.

Sem apoio de governo, empresa ou financiamento coletivo, Por dentro da África é semente de histórias sobre cultura, sociedade, política, negócios, arte, ativismo. Desde 2007, visito o continente com recursos limitados para fazer entrevistas, cobrir fóruns, eleições. É importante termos novos olhares sobre o outro e sobre nós mesmos, permitindo-nos experimentar o sentido da palavra ubuntu. É essa a sensação que me faz cruzar e ligar os dois lados do Atlântico.

Acredito que é preciso olhar para a África de outra maneira diferente daquela reproduzida pela televisão, pela maioria dos livros, revistas. Há fragilidades a serem combatidas e muitos avanços a serem compartilhados, exemplos que devem ser usados como inspiração para o mundo. São 54 países, mais de 1,1 bilhão de habitantes em um território que cresce, produz, cria, recria. A África está gestando o futuro do mundo e, por isso, precisa de atenção.

Bom dia de Burundi! Registro da leitora Fotógrafa Virginia Maria Yunes!
Bom dia de Burundi! Registro da leitora Fotógrafa Virginia Maria Yunes!

A África Subsaariana cresceu 5,5% ao ano nos últimos 10 anos

Ruanda tem quase 70% do Parlamento de mulheres

No Quênia, 30% do PIB vem de transações feitas pelo telefone celular

O investimento direto estrangeiro na África cresceu 5 vezes desde 2000

A Nigéria produz mais filmes do que Hollywood

Com uma audiência de mais de 100 mil acessos por mês, com mais de 500 mil seguidores no facebook e a contribuição valiosa de africanistas, poetas, pesquisadores, vimos que é possível estimular, ensinar e aprender sobre as múltiplas faces da África.

Agradeço sem medir e com amor do tamanho do continente a todos os leitores e colaboradores que já compartilharam seus saberes e conhecimento com o Por dentro da África, aumentando a nossa rede de africanistas.

Leia a reportagem aqui

Por Ludmilla Lima

RIO — A jornalista Natalia da Luz chega à Pedra do Sal, na Saúde, com o seu sorriso largo e vestindo uma blusa feita em Ruanda. Era o começo de uma tarde quente e ensolarada, e, apesar de toda simpatia, ela reclama do cansaço. Natalia havia dedicado a manhã a entrevistar paratletas africanos na Vila Olímpica, na Barra.

Naquele dia, ouviu e gravou com a sua inseparável Canon, que parece até uma extensão do seu corpo, seja numa expedição em Angola, seja numa viagem à pouco conhecida Suazilândia, a história de pessoas com deficiência que estavam no Rio representando Cabo Verde, Costa do Marfim e Quênia nos Jogos Paralímpicos. E, com aquela animação de um repórter que acaba de descobrir uma grande história, conta que ainda se encontraria com um atleta cadeirante de Serra Leoa, jogador de tênis de mesa, que foi morador de rua em seus país e cujo talento foi revelado em partidas de pingue-pongue. Leia a reportagem original no Jornal O Globo aqui