Tribunal Penal Internacional pede que Nigéria prenda presidente do Sudão

0
59

Presidente do Sudão, Omar Al-Bashir. Foto: ONU/Eskinder DebebeRio – O Tribunal Penal Internacional (TPI) solicitou à Nigéria a prisão do presidente sudanês Omar Al-Bashir, que está em Abuja. Bashir é procurado por supostos crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio.

Em março de 2009, o TPI emitiu mandados de prisão contra Bashir por crimes alegadamente cometidos em Darfur. Estima-se que 300 mil pessoas morreram nessa região sudanesa desde 2003 por causa de combates entre grupos rebeldes e forças do governo com seus aliados, os milicianos conhecidos como Janjaweed.

Bashir estaria em Abuja para uma cúpula sobre saúde na África que termina nesta terça-feira. A Nigéria é um Estado-Parte do Estatuto de Roma, que criou o TPI, e tem obrigação de executar as ordens da entidade. Pelo acordo, Estados que não cooperam com o Tribunal podem ser submetidos à Assembleia dos Estados que integram o órgão ou ao Conselho de Segurança da ONU.

Desde que os mandados de prisão foram emitidos, Bashir tem viajado para vários países africanos que fazem parte do Estatuto de Roma, mas não conseguiram prendê-lo.

Além de Darfur, estão sob investigação do TPI a Costa do Marfim, Líbia, Mali, Quênia, República Centro-Africana, República Democrática do Congo e o norte de Uganda.

Com informações da ONU