ONU denuncia recrutamento de crianças na República Democrática do Congo

3
318

RDC children soldierRio – A missão de paz das Nações Unidas na República Democrática do Congo (RDC) disse estar extremamente preocupada com os relatos contínuos de recrutamento de crianças por grupos armados no país e pediu que o governo, doadores e a comunidade internacional ajudem a acabar com essa grave violação dos direitos das crianças.

De acordo com um relatório publicado na quinta-feira, quase mil casos de recrutamento infantil por grupos armados foram contabilizados pela missão entre 1o de janeiro de 2012 e 31 de agosto de 2013, predominantemente na província de Kivu do Norte, no leste do país africano.

– Apesar das campanhas de sensibilização e pacificação para os grupos armados, o recrutamento de crianças ainda é endêmico no país, com um elevado número de crianças recrutadas nos últimos dois anos como resultado de hostilidades no leste do país – afirma o relatório.

Os grupos armados Nyatura, Forças Democráticas de Libertação de Ruanda e Movimento 23 de março (M23) foram identificados como tendo recrutado 190, 137 e 124 crianças, respectivamente, durante o período avaliado no relatório.

O documento afirma que as crianças recrutadas foram vítimas e testemunhas de outras violações dos direitos humanos, como estupro, sequestro e mutilação. Na maioria dos casos, os meninos e meninas foram raptados e forçados a juntar-se aos grupos.

Outros se juntaram voluntariamente depois que lhes foram prometido dinheiro, educação, emprego e outros benefícios. As crianças foram usadas como carregadores, cozinheiros, espiões, escravos sexuais, guardas e combatentes.

A Missão da ONU para a Estabilização na RDC (MONUSCO) pediu aos comandantes de todos os grupos armados que parem imediatamente com as graves violações cometidas contra as crianças e as libertem incondicionalmente.

A ONU também recomendou que o governo, a comunidade internacional, os doadores e todos os atores sociais que trabalham com a proteção à criança garantam que todos os esforços sejam feitos para impedir o recrutamento de crianças e assegurar programas de reintegração sustentável a longo prazo para as vítimas.

Com informações da ONU

3 COMMENTS

  1. a ONU , não passa de uma organização hipócrita , o recrutamento de criança é exatamente por causa que já se matou quase todos os adulto apto para a guerra , em dois mil e cinco começava uma nova invasão na republica democrática do congo , agora era dos chineses, apesar de já ter sofrido farias invasões, na época tinha fários relatos que os rebeldes estavam fazendo muitas atrocidades com o povo de lá estrupo etc, para o povo fugir de suas terras para ser explorada pelos chineses , a ONU foi avisada foram para lá , ouve vários relato que os soldados da ONU , estavam fazendo o mesmo que os rebeldes , não confio na ONU em se manifestar dizendo que está preocupada com as crianças do CONGO, os países que invadem o continente para marar e roubar todos pertence as nações unidas, contrata guerrilheiros nos bastidores da AFRICA , para levarem a culpa, para saber da verdadeira historia tem que conversar com o povo que sofre de lar .