Missão da ONU na Líbia pede cessar-fogo imediato após semanas mortais de combate

0
98
Bandeira da Líbia
Bandeira da Líbia – Foto – Abdusalam Shlebak Absi

Com informações da ONU

Profundamente preocupada com a crescente violência no sul da Líbia, a Missão da ONU no país pediu na última quarta-feira (24) um cessar-fogo imediato para os combates, que nas últimas semanas cobraram dezenas de vida.

Para a Missão, as novas disputas são um “lembrete adicional do caos que domina a Líbia e a necessidade que os principais atores ajam rapidamente para chegar a uma resolução política”, dando seguimento ao acordo político acordado em 11 de julho.

Em um comunicado de imprensa, a Missão de apoio da ONU na Líbia (UNSMIL) expressou preocupação sobre os novos confrontos no sul do país, em particular nas cidades de Sabha, al-Kufra e Awbari, e pediu o fim imediato da violência. Relatórios indicam que os recentes combates em Sabha resultaram em dezenas de pessoas mortas, incluindo três mulheres e quatro crianças.

A Missão exortou as partes envolvidas no confronto para exercer a contenção máxima, “ouvir a voz da sabedoria e se engajar em negociações para resolver suas diferenças por meios políticos”. E lembrou todas as partes do conflito que ataques contra civis são proibidas pelo direito internacional humanitário e podem constituir crimes de guerra.