Em petição, Desmond Tutu pede que africanos não deixem o Tribunal Penal Internacional

0
95

Desmond Tutu - ONU Rio – O sul-africano Prêmio Nobel da Paz Desmond Tutu advertiu os líderes africanos contra o abandono do Tribunal Penal Internacional dizendo que a atitude deixaria o mundo um ” lugar mais perigoso”.

Em uma petição online intitulada “Quem vai parar o próximo genocídio?” , o líder anti-apartheid disse que, em sua vida, um de seus grandes ganhos foi proteger os fracos dos fortes.

Veja também: O TPI e os “senhores da guerra” na África

A União Africana se reunirá nesta sexta-feira para debater a possível retirada de alguns de seus membros do TPI. Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU, disse que seria um “emblema da vergonha” para a África se os seus líderes deixassem o TPI.

A petição é dirigida ao presidente sul-africano Jacob Zuma e ao seu homólogo nigeriano Goodluck Jonathan. Assine aqui!

Por dentro da África