Conflitos na Líbia provocam crise humanitária, diz ONU

0
50
Ruas de Tripoli – Abdusalam Shlebak Absi

Com informações da ONU

Os conflitos dos últimos meses entre grupos armados na Líbia resultaram na morte de dezenas de membros da sociedade civil, em deslocamentos massivos e na instauração de severas condições humanitárias para a população das zonas de conflito, afirma um relatório de direitos humanos da ONU publicado nesta terça-feira (23).

Dentre as ações violentas relatadas pelo documento da Missão de Apoio das Nações Unidas na Líbia (UNSMIL) e do Escritório de Direitos Humanos da ONU (ACNUDH), incluem-se sequestros, torturas, execuções e a destruição deliberada de propriedades, além de outras graves violações da legislação internacional em diversas partes do país.

Os combates entre grupos armados rivais já deixaram cerca de 100 pessoas mortas e 500 feridas entre o final de agosto e início de outubro deste ano. Pelo menos 120 mil pessoas já fugiram de suas casas e sofrem com a severa escassez de alimentos e de suprimentos médicos. Além disso, centenas de casas, fazendas e outros estabelecimentos comerciais também foram destruídos.

O alto comissário da ONU para os Direitos Humanos, Zeid Ra’ad Al Hussein, alertou a todas as partes envolvidas nos combates que graves abusos dos direitos humanos internacionais e dos direitos internacionais humanitários podem ser penalizados criminalmente, incluindo frente ao Tribunal Penal Internacional, que está investigando a situação na Líbia.

Com informações da ONU