Após nova tragédia em Lampedusa, ONU pede ação para proteger migrantes

0
46

Lampedusa - Foto: ONU Rio – Neste sábado, após relatos do naufrágio de um segundo navio na costa da ilha italiana de Lampedusa, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu à comunidade internacional para proteger os direitos dos migrantes e tomar medidas para evitar tais incidentes trágicos.

– O secretário-geral da ONU está profundamente triste ao ouvir relatos de perda de vidas, com um outro barco que transportava imigrantes naufragando ontem na costa da Itália, apenas alguns dias após o incidente trágico perto de Lampedusa que já custou mais de 300 vidas – disse o porta-voz de Ban disse em um comunicado.

De acordo com relatos da imprensa, pelo menos 27 pessoas morreram e 221 foram salvas na sexta-feira, depois que o barco naufragou perto de Lampedusa.

O incidente ocorreu pouco mais de uma semana depois que mais de 300 imigrantes, em sua maioria etíopes, perderam suas vidas quando o barco em que estavam pegou fogo próximo da costa, levando a embarcação a afundar.

– O secretário-geral pede à comunidade internacional como um todo que tome medidas para evitar tais tragédias no futuro, incluindo medidas que atendam às suas causas profundas e que coloquem a vulnerabilidade e os direitos humanos dos migrantes no centro da resposta – disse o comunicado.

Com informações da ONU