Secretário-geral da ONU inicia nova viagem pela África

0
65
Secretário-geral Ban Ki-moon (segunda da direita) é recebido na chegada a Bujumbura pelo vice-presidente do Burundi, Gaston Sindimwo. Foto: UNIC Bujumbura
Secretário-geral Ban Ki-moon é recebido na chegada a Bujumbura pelo vice-presidente do Burundi, Gaston Sindimwo. Foto: UNIC Bujumbura

Com informações da ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, chegou nesta segunda-feira (22) a Bujumbura, capital do Burundi, para uma visita oficial durante a qual deve se reunir com o presidente Pierre Nkurunziza e outros atores locais. O principal objetivo é apoiar os esforços contínuos da ONU para resolver a crise política do país.

Depois de uma parada em Nairóbi, no Quênia, Ban foi recebido na chegada a Bujumbura pelo vice-presidente, Gaston Sindimwo; o ministro das Relações Exteriores, Alain Nyamitwe; e outros membros do governo, bem como seu enviado especial para o Burundi, Jamal Benomar, e pelo coordenador residente das Nações Unidas, Paolo Lembo.

Uma profunda crise política teve início no Burundi em abril passado, quando o presidente Nkurunziza decidiu concorrer para um controverso terceiro mandato, obtendo vitória em julho. Desde então, relatos indicam que mais de 400 pessoas foram mortas, mais de 240 mil fugiram do país e outros milhares foram presos e possivelmente submetidos a violações de direitos humanos.

O chefe da ONU deve deixar o Burundi na terça-feira (23) rumo à República Democrática do Congo, segundo país em sua viagem pela África. Neste país, Ban deve visitar Goma para se encontrar com as pessoas afetadas pela insegurança e pela crise humanitária na região, incluindo aqueles que vivem nos campos para deslocados internos.

No dia seguinte, o secretário-geral viajará até a capital Kinshasa, onde vai presidir a sessão de abertura da Conferência de Investimento do Setor Privado nos Grandes Lagos. Ele também deve se reunir com o presidente da RDC, Joseph Kabila, com diversos funcionários do governo, com lideranças políticas e com representantes da sociedade civil.

Na quinta-feira (25), o secretário-geral irá para Juba, no Sudão do Sul, onde deve se reunir com o presidente, Salva Kiir, bem como visitar o local de proteção de civis mantido pela Missão da ONU no Sudão do Sul (UNMISS).