Cursos profissionalizantes do PNUD ajudam a reduzir pobreza na Somália

0
64

Empreendedorismo é parte da estratégia do PNUD no país. Foto: PNUD SomáliaRio – Cerca de 1.350 jovens foram beneficiados no último ano com treinamentos de cursos profissionalizantes para criar meios de vida sustentáveis na Somália. O projeto é oferecido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e abrange turmas desde alvenaria até informática.

Dos participantes, 40% encontraram emprego e outros 30% abriram microempresas. A inserção cada vez maior da juventude nos empreendimentos tem contribuído para um significativo aumento de renda. Como consequência, registra-se a redução da pobreza e dos conflitos.

A Somália tem muitos contrastes provocados por décadas de conflito e os jovens têm consistentemente suportado o peso da violência. Atualmente, 73% da população tem menos de 30 anos e 42% tem entre 14 e 29 anos.

De acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano da Somália 2012, a taxa de desemprego para pessoas com idade entre 14 a 29 corresponde a 67%, uma das maiores do mundo.

O estudo baseado em pesquisa produzida pelo PNUD sobre a situação dos jovens considera que a maioria quer ter acesso a uma educação melhor e ser incluída nas esferas econômicas e políticas. Além disso, afirma que mais de 60% dos jovens deseja deixar o país em busca de melhores oportunidades de subsistência.

Com informações da ONU