Avaliado em US$10 milhões, diamante raro é encontrado em mina da África do Sul

0
316

Divulgação

Rio – Um diamante azul de 25.5 quilates foi descoberto em uma mina de Pretória, na África do Sul. A empresa Petra Diamonds disse, em comunicado à imprensa nesta sexta-feira, que a pedra preciosa rara foi avaliada em US$10 milhões (cerca de R$20 milhões).

A África do Sul possui uma das cinco maiores reservas de diamante do mundo, além de ser um dos maiores exportadores da pedra, formada a partir de rocha vulcânica. Uma das minas mais famosas é a Kimberly Big Hole, controlada pela De Beers Mines, que domina o mercado mundial de diamantes. Da grande cratera, localizada na cidade de Kimberly, foram retirados 2.720 quilos de diamantes entre 1866 e 1914.

Foi também na África do Sul que, em 1905, foi encontrada a maior pedra do mundo. Com 3,100 quilates, ela foi dividida em diversas partes e a maior delas, de 530 quilates, passou a ser chamada de “Grande Estrela da África”. Esse era o maior diamante do mundo até 1985, quando foi descoberto o Golden Jubilee, uma pedra de tonalidade marrom de 545 quilates.

Por dentro da África