FAO: Cooperação Sul-Sul pode ser decisiva para a erradicar a fome na África

0
426

agriculturaRio – Diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o brasileiro José Graziano da Silva ressaltou esta semana, em encontro internacional, a importância da Cooperação Sul-Sul na evolução agrícola nos países em desenvolvimento, acrescentando que esta colaboração também pode ajudar a erradicar a fome na África.

– Está na hora de a América Latina aumentar a sua contribuição para o desenvolvimento africano – disse Graziano, durante a segunda reunião dos ministros da Agricultura da África Subsaariana e da Argentina em Buenos Aires, que este ano se concentra na “agricultura eficiente para um desenvolvimento agrícola sustentável”.

Graziano destacou que a cooperação entre a América Latina e a África pode ser mutuamente benéfica para algumas das regiões que compartilham os mesmos desafios geográficos, climáticos e sociais. Ele também reiterou o compromisso da FAO em fortalecer e concentrar o intercâmbio entre a América Latina e a África Subsaariana, com o objetivo de adotar, adaptar e ampliar as melhores práticas que promovam o desenvolvimento agrícola.

Desde a fundação da iniciativa de Cooperação Sul-Sul da FAO, em 1996, mais de 50 acordos de cooperação foram assinados e mais de 1.600 especialistas e técnicos de países em desenvolvimento foram mobilizados para apoiar as iniciativas de segurança alimentar de países parceiros.

Com informações da ONU