Com temperaturas acima dos 50º C, animais de lago na Tanzânia viram “estátuas”

0
109

Foto: Nick Brandt Rio – Conhecido por características bem particulares, como a temperatura que ultrapassa os 50 graus Celsius, o Lake Natron (Lago Natron), um dos mais alcalinos do mundo (com PH que pode chegar a 10,5) é transformado, muitas vezes, em um cenário incomum e assustador.

Localizado na Tanzânia, próximo a fronteira com o Quênia, o lago salgado rico em minerais, possui profundidade inferior a três metros e varia em largura de acordo com o seu nível de água.

Foto: Nick Brandt O nome deriva do natrão, um mineral composto por carbonato de sódio, bicarbonato de sódio, sal e sulfato de sódio. Seu uso, destinava-se à desidratação das células e combate às bactérias. Ele era uma das substâncias utilizadas pelos antigos egípcios nos processos de mumificação.

Na antiguidade egípcia, ele também era usado como alvejante e, misturado com argila, formava um tipo de sabão para o preparo da lã.

O fotógrafo Nick Brandt visitou o local e registrou impressionantes imagens de animais transformados em “estátuas”.

Confira mais imagens de Nick Brandt

Por dentro da África