Lisboa: Universidade abre inscrições para mestrado em Estudos Africanos

10
189

mEstudosAfricanos-1Por dentro da África

Os Estudos Africanos são uma área com uma longa história no ISCTE-IUL e com reconhecimento internacional. A investigação realizada no âmbito do Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), o sucessor do Centro de Estudos Africanos, que havia sido fundado em 1981, em articulação com os diferentes cursos, congrega os esforços de investigadores, docentes e alunos interessados em assuntos do continente africano e da diáspora.

Projetos internacionais, como o Amitié Code, congressos internacionais, como o recente Ativismos em África, do qual surgiu uma linha de investigação e de atividades específicas sobre ativismos e sociedade civil ou o seminário permanente de Estudos Africanos “Pensar África” são exemplos da relevância dos Estudos Africanos no ISCTE-IUL, instituição que acolhe a mais importante biblioteca de Estudos Africanos da Europa, a Biblioteca Central de Estudos Africanos.

É neste contexto vibrante que funciona o Mestrado em Estudos Africanos, um dos mais antigos e prestigiados no espaço da língua portuguesa, formando desde 1989 profissionais de diversas áreas, desde a investigação e ensino, ao sector empresarial, diplomacia, organizações internacionais ou administração pública.

O mestrado visa o estudo interdisciplinar da política, sociedade, economia e cultura da África contemporânea e contempla tanto a possibilidade de uma especialização científica quanto a de uma preparação para o desenvolvimento de funções profissionais. Tem como objetivos fornecer competências de investigação e profissionais, integrar conhecimentos e proporcionar aptidões para desenvolver trabalhos em áreas especializadas.

Os alunos adquirirão uma visão compreensiva sobre as principais problemáticas políticas, sociais, económicas e culturais africanas e da diáspora e terão a capacidade de produzir novos conhecimentos sobre estas realidades. O Mestrado proporciona, tanto nacionalmente como internacionalmente, saídas profissionais de elevada qualificação em áreas de atividade muito diversificadas, como: investigação científica, estudos sociais e económicos aplicados, estudos de planeamento e avaliação, projetos sociais, projetos culturais, projetos educativos, projetos de desenvolvimento, associativismo, relações interculturais.

Organização do Mestrado

O Mestrado em Estudos Africanos é lecionado em português e está organizado de forma a que as Unidades Curriculares permitam uma abrangência científica dos processos sociais, económicos e políticos em África, para além de tratar das dimensões epistemológicas e metodológicas desta área de estudos. Os alunos que não possam estar presentes em todas as semanas letivas terão acompanhamento online.

Dividido em dois ramos de especialização – “Estado, Política e Relações Internacionais” e “Gestão do Desenvolvimento e Cooperação” – o Mestrado em Estudos Africanos tem 120 créditos ECTS, correspondendo a um ciclo de estudos de dois anos. Aos alunos que obtenham aproveitamento nas unidades curriculares dos primeiro e segundo semestres do primeiro ano do ciclo de estudos de mestrado, no total de 60 ECTS, é atribuído um diploma de Pós-graduação em Estudos Africanos; aos alunos que obtenham aproveitamento nas unidades curriculares do ciclo de estudos do Mestrado em Estudos Africanos (120 ECTS) é atribuído o grau de Mestre em Estudos Africanos.

O segundo ano deste ciclo de estudos corresponde no essencial à elaboração da dissertação de mestrado, sob orientação de docentes ou investigadores doutorados do ISCTE –IUL e com a integração nos projetos desenvolvidos no CEI-IUL.

As candidaturas já estão abertas.

Calendário académico 2017-2018

1º semestre

Duração 04-09- 2017 a 10-02- 2018

Aulas 25-09- 2017 a 16-12- 2017

Férias de Natal 18-12- 2017 a 02-01- 2018

Período de exames 03-01- 2018 a 10-02- 2018

2º semestre

Duração 14-02- 2018 to 30-06- 2018

Aulas 15-02- 2018 to 30-05- 2018

Férias de Carnaval 12-02- 2018 to 14-02- 2018

Férias da Páscoa 26-03- 2018 to 07-04- 2018

Período de exames 01-06- 2018 to 30-06- 2018

Propinas (2017/2018)

1º ano – 2.000 €

2.º ano – 1.000 €

Estudantes internacionais (excepções: países da União Europeia, Países Africanos de Língua Oficial

Portuguesa)

1.º ano – 3.000 €

2.º ano – 1.600 €

Contactos

Directora do Curso

Ana Lúcia Sá

Departamento de Ciência Política e Políticas Públicas

Centro de Estudos Internacionais – IUL

Gabinete D321 (Edifício II)

ISCTE-IUL, Av. Forças Armadas 1649-026, Lisboa, Portugal

ana.lucia.sa@iscte.pt

10 COMMENTS

  1. Gosto muito do material publicado, constantemente busco conhecimentos para minhas aulas, sou professora de Língua Portuguesa na rede pública estadual, trabalho com crianças de 6º e 7º anos. Minha escola tem um projeto sobre a influência afro na formação social do Brasil.