São Paulo recebe a 3ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art

0
72

Divulgação

Com informações da assessoria Baobá Comunicação

Até o dia 19 de maio, o Parque do Ibirapuera receberá a 3ª Bienal Internacional Graffiti Fine Art – GFA. A mostra tem por objetivo apresentar ao público a história do graffiti no Brasil e no mundo, assim como suas influências, os diferentes movimentos artísticos do século 20, sua relevância na contemporaneidade e suas manifestações culturais e artísticas.

A exposição conta com a curadoria do artista Binho Ribeiro, que convidou vários grafiteiros estrangeiros e também brasileiros. Entre eles, o artista plástico paulistano Alexandre Keto, que terá destacado seu trabalho com tecidos africanos e prestará homenagem às vítimas do último atentado terrorista no Quênia.

Divulgação

SOBRE ALEXANDRE KETO

Street artist paulistano, Alexandre Keto teve os seus primeiros contatos com a cultura hip-hop em oficinas que aconteciam no bairro onde morava. Desde cedo virou um multiplicador e, por meio de projetos sociais, passou a espalhar essa cultura por diversos guetos mundo afora. Keto utiliza o trabalho artístico como uma ferramenta de transformação social, principalmente em países africanos, onde desenvolve projetos comunitários e de intercâmbio. Suas obras estão espalhadas por muitos cantos das periferias europeias e africanas. Seu trabalho gira em torno da cultura africana e da pesquisa sobre grupos étnicos do continente, que então são transformados em graffitis com fortes mensagens.

Serviço: 3ª Bienal Internacional Grafitti Fine Art.

Pavilhão das Culturas Brasileiras – Parque do Ibirapuera.

Rua Pedro Álvares Cabral, s/n. São Paulo – SP.

De 18/04 a 19/05. 3ª, das 10h às 21h, 4ª a dom., das 10h às 18h. Grátis.