São Paulo: Projeto destaca presença da mulher negra no samba de bumbo

0
87

Grupo Dandara - Cena Esse Bumbo é Meu - Foto de Ruy Reis
Grupo Dandara – Cena Esse Bumbo é Meu – Foto de Ruy Reis

A partir de março, o projeto “Faz a roda grande mulher” realizará, nos Centros de Cidadania da Mulher, em São Paulo, atividades sobre a presença da mulher negra no samba de bumbo.

Neste mês, os encontros serão nos dias 3 e 10 de março. No primeiro sábado, a participação será apenas para mulheres. Haverá exibição do curta-documentário “Esse Bumbo é Meu”, seguida de bate-papo, como uma introdução ao samba de bumbo que aborda o papel da mulher e sua apropriação do instrumento, tradicionalmente de posse masculina.

No segundo dia de atividade, o evento será aberto ao público repetindo a projeção do filme, roda de conversa e encerramento com a apresentação do grupo Samba de Bumbo de Dandara, cantando músicas tradicionais da manifestação popular e as quadrinhas produzidas na oficina.

Grupo Samba de Bumbo de Dandara

O grupo Samba de Bumbo de Dandara foi fundado no Carnaval de 2016, com o objetivo de empoderar as mulheres a partir dos instrumentos musicais do samba de bumbo. Tradicionalmente, na manifestação popular, os homens tocam e as mulheres dançam, nas apresentações do grupo Dandara, os papeis são invertidos e as mulheres tocam, questionando assim a divisão de gênero no samba rural paulista.

Com informações da Sem Paredes Culturais

Serviço

Data: 3 e 10 de março (sábado) das 14h às 17h

Local: Rua Ibiajara, 495 – bairro XV de Novembro – Itaquera

Contato: (11) 2073-5706 / 2073-4863

Gratuito

Acompanhe o projeto aqui e anote as próximas datas:

7 e 14 de abril, das 14h as 17h
CCM Parelheiros
Rua Terezinha Prado Oliveira, 119 – Parelheiros

19 e 26 de maio, das 14h as 17h
CCM Perus
Rua Joaquim Antonio Arruda, 74 – Perus

Apresentação dandara - Crédito Ruy Reis
Apresentação dandara – Crédito Ruy Reis