Capoeira em São Paulo: Mestre Caranguejo lançará disco sobre a poética do berimbau

0
119

CARANGUEJO_encarte_AFCom informações da Baobá Comunicação

Neste domingo, no teatro do CEU Caminho do Mar, em São Paulo, Mestre Caranguejo lançará seu segundo disco. Produzido com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura, o álbum Mestre Caranguejo e a Poética do Berimbau contém 16 faixas autorais que resgatam as antigas cantigas, rimas e marcações do samba de roda, berimbau de barriga, entre outras tradições musicais afro-brasileiras.

Entre as músicas de destaque do disco estão “Ojá, Ojá, Obá, Capoeira”, cuja melodia e letra se assemelham a um cântico de romaria, “Homenagem à mestre Cigana”, sobre uma das primeiras mulheres a serem reconhecidas no meio capoeirista, “Homenagem ao Saudoso Mestre Silvestre”, que conta como se deu o encontro entre Caranguejo e Silvestre, herdeiro de uma das mais importantes linhagens da capoeira, e “Talandê”, música composta para o CD que acompanha o livro “Num tronco de Iroko Vi a Aiúna Cantar”, editado pela Peiropólis, no qual interpreta Vovô Joaquim.

Mestre Caranguejo e a Poética do Berimbau foi contemplado pelo Programa de Ação Cultura (ProAC) da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo. As canções são repletas de metáforas e fábulas que resgatam a trajetória do mestre entre a terra natal Bahia e São Paulo, Estado em que vive, passando pelo Rio de Janeiro, onde também morou.

Esse é o segundo trabalho do mestre, que lançou primeiro CD, Karimbé, há 10 anos, o instrumentista e compositor reuniu músicas de capoeira de sua autoria e de domínio público. Para o segundo álbum, tem como objetivo preservar uma tradição desconhecida por muitos jovens. “É uma maneira de trazer a História da cultura africana para o público, de honrar as tradições antigas”, afirma mestre Caranguejo.

O CD Mestre Caranguejo e a Poética do Berimbau custa R$ 20 e terá show de lançamento, gratuito, no dia 26 de abril (domingo), às 15h, no teatro do CEU Caminho do Mar, em São Paulo.

Faixas:

  1. Caiapó (Na Casa da Coló)
  2. Lapa do Bom Jesus
  3. Óia Eu, Mano
  4. Batuque Cabulado
  5. Ojá, Ojá, Obá, Capoeira
  6. Homenagem À Mestre Gigana
  7. Dom da Sabedoria
  8. É na Ladeira
  9. Maculelê
  10. Aruandê, Aruanda
  11. Panela de Barro
  12. A Poética do Berimbau
  13. Boneca de Louça
  14. Força da Natureza
  15. Talandê
  16. Homenagem ao Saudoso Mestre Silvestre

 

SOBRE MESTRE CARANGUEJO

Reconhecido com o Prêmio Viva Meu Mestre, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ministério da Cultura, Alberto Aves Barbosa, o mestre Caranguejo é herdeiro de uma das mais nobres linhagens capoeiristas do Brasil. Nascido na Bahia em 1950 mudou-se aos 16 anos para São Paulo, onde foi aluno do mestre Silvestre, expoente da capoeira Vera Cruz, uma das mais antigas da capital paulista, que descente dos mestres Caiçara e Waldemar Paixão, ambos baianos. É o único graduado por Contra-Mestre por ele. Silvestre o deu-lhe o nome Caranguejo porque seu jogo de capoeira é para frente e para trás, da esquerda para a direita, parecido com um caranguejo. Foi educador na Fundação Casa de 1988 até 2014. Já ministrou oficinas de Capoeira e construção de berimbau em instituições municipais e estaduais por meio de ONGs e órgãos como Ballet Stagium, Rebelart, Instituto Mensageiro, Mamolengo, Cempec e Acervo Municipal da Memória e do Viver Afro-Brasileiro.


SERVIÇO

Show de lançamento Mestre Caranguejo e a Poética do Berimbau
Data: 26 de abril de 2015 (domingo), às 15 horas
Entrada: Gratuita
Local: Teatro do CEU Caminho do Mar (Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5241 – Jd. Lourdes / São Paulo-SP)
Capacidade: 184
Censura: Livre