Rio de Janeiro recebe “Cinema Africano pela Descolonização das Telas”

8
99

Eu, um Negro (França, 1959) Dir. Jean Rouch
Eu, um Negro (França, 1959) Dir. Jean Rouch

Entre os dias 3 e 11 de julho, o Cinemaison, no Rio de Janeiro receberá o minicurso “Cinema Africano pela Descolonização da Telas”. A iniciativa é do FICINE – Fórum Itinerante de Cinema Negro, e as aulas serão ministradas pela coordenadora do fórum, Janaína Oliveira.

O minicurso é gratuito e haverá emissão de certificado. Serão 4 encontros, nas duas primeiras semanas de julho, sempre às segundas e terças-feiras, das 19:00 às 22h. Além das aulas, haverá projeções de filmes.

Programa:

Dia 01 – Segunda 03 de julho [19h Aula: “Da África cinematografada à África cinematográfica”] Sessões 13h – Eu, um Negro (França, 1959) Dir. Jean Rouch 15h – Afrique Sur Seine (França/Senegal, 1957) Dir. Mamadou Sarr e Paulin Vieyra. E não há mais neve (França / Senegal 1965). De Ababacar Samb Makharam. Boa viagem Sim (França /Niger 1966). Dir. Moustapha Alassane. O retorno do aventureiro (França / Niger, 1966) Dir. Moustapha Alassane 17h – O wazzou polígamo (França / Niger 1970). De Oumarou Ganda.

Dir. Idrissa Ouedraogo
Dir. Idrissa Ouedraogo

Dia 02- Terça 04 de julho [19h Aula” “Cinema Africano, singular coletivo: Os festivais de cinema e a conexão com diáspora”] 18h – A criança e o crocodilo (Burkina Faso, ) Dir. Moustapha Dao As cuias (Burkina Faso, França 1983). Dir. Idrissa Ouedraogo. O jogo (França /Mauritânia, 1989) Dir. Abderrahmane Sissako

Dia 03 – Segunda 10 de julho [19h Aula: Cinema Africano com Mulheres ] 13h – Rastros Pegadas de Mulher (Bélgica, Burkina Faso/ França/Senegal, 2003). De Katy Léna Ndiaye 15h – Contos cruéis de Guerra (Congo, França, Mauritânia 2002). Dir. Ibea Atondi, Karim Miské. 17h – Fadj’al (França, Senegal 1979). Dir. Safi Faye

Dia 04 – Terça 11 de julho [6o FICINE no Cinemaison – Cinema Contemporâneo do Magreb] 19h “São eles os cães” (Marrocos, 2013). De Hicham Lasri.

Saiba mais aqui


8 COMMENTS