Rio de Janeiro: Performance retrata a depressão em mulheres negras

0
73

Divulgação
Divulgação

Com informações da RoMa in Press

O Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro apresenta nos dias 6 e 7 de abril, às 19h30, a Tempestuosa Depressagem. A performance artística retrata as nuances e desdobramentos da síndrome do pânico e da depressão em mulheres negras com foco na dificuldade que elas têm de assumir e admitir as subjetividades da saúde mental.

Na performance, para além das próprias experiências corporais e psicológicas de quando foi acometida pela síndrome do pânico, a curadora e idealizadora do projeto, Flavia Souza, trará através de uma dramaturgia verbal e corporal, relatos próprios e de outras mulheres negras com experiências semelhantes.

A proposta é a de trazer à tona essa discussão e, ao mesmo tempo, poder humanizar esses sofrimentos a fim de que a problemática seja percebida por todos e como um alerta para aqueles que sofrem nesse momento com a doença para que procurem ajuda.

Flavia Souza criou em 2017 MOVIMENCURE (movimento que cura). O Movimento tem como proposta debruçar e pesquisar sobre essa patologia na qual a própria foi vítima e a partir das manifestações culturais.

Serviço: Gratuito
Rua José Higino, 115. Tijuca – Rio de Janeiro