Rio de Janeiro: 33ª Roda do Cais do Valongo será no próximo sábado

0
70

cais do valongo 1
Foto: ONU

Por dentro da África

Rio – No próximo sábado, dia 16 de maio, será realizada a 33ª Roda do Cais do Valongo. Com o título “Racismo, Colonialismo e o Genocídio da Juventude na Diáspora Negra: Brasil, Estados Unidos e Colômbia”, o encontro terá como palestrante o professor Júlio Tavares.

As Rodas, que ocorrem todo terceiro sábado do mês desde julho de 2012, são precedidas das oficinas Rodas dos Fazeres, ou das palestras Rodas dos Saberes, gratuitas e abertas ao público. Em 2014, a iniciativa foi reconhecida pelo Prêmio Porto Maravilha Cultural da Prefeitura do Rio de Janeiro por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (CDURP) sob o título O Porto Importa – Memórias do Cais do Valongo.

Veja mais: Cais do Valongo: Herança Africana no Rio

De acordo com o realizador Carlo Alexandre Teixeira, o financiamento do prêmio Porto Maravilha Cultural ampliou o alcance das ações possibilitando maior divulgação dos eventos, acesso ao público com viabilização de transporte para algumas escolas, composição de material gráfico para divulgação, bem como a “perenização” das ações em vídeo, livro e exposição fotográfica. O projeto atingiu mais de 9.893 beneficiários diretos e 597 indiretos, somando 10.490 pessoas no total.

OS RESULTADOS DO PROJETO:

A poetisa Elisa Lucinda – Foto de Bete Calligares

O Livro “Rodas dos Saberes do Cais do Valongo”, editado pelo escritor Délcio Teobaldo, com fotografias de Maria Buzanovsky e organização do gestor cultural Carlo Alexandre Teixeira reúne 13 das palestras ocorridas em dois anos de eventos Rodas do Cais do Valongo com especialistas reconhecidos nas áreas de história, artes e cultura popular.

– A obra traz temas como: A conjuntura histórica escravocrata e região do Valongo e a expressão e controle de culturas populares de resistência ontem e hoje. A versão impressa com tiragem de 1000 unidades é distribuída prioritariamente entre bibliotecas, escolas públicas e centros culturais. Devido à demanda, uma versão digital em PDF foi disponibilizada via internet – conta o realizador Carlo Alexandre Teixeira.

Em parceria com o Museu de Arte do Rio que cedeu o espaço para ocorrência do evento e em parceria com o Museu Janete Costa de Arte Popular que autorizou sem custo o uso das imagens que compõem a exposição, “Memórias do Valongo: Capoeira, Identidade e Diversidade” apresenta 14 registros das Rodas do Cais do Valongo, sob visão artística de Maria Buzanovsky e curadoria de Wallace de Deus, promovendo o Patrimônio Imaterial Rodas de Capoeira. De acordo com dados do Museu de Arte do Rio, média de 7971 pessoas visitaram a exposição.

RODA DOS SABERES:
Convidado especial: Dr. Júlio Tavares é professor Associado no Departamento de Antropologia da Universidade Federal Fluminense, Mestre em Sociologia pela Universidade de Brasília (1984), Doutor em Antropologia pela University of Texas at Austin (1998) e pós-doutor no Center for Black Music Research, em Chicago (2001).

Serviço: O Cais do Valongo fica na Rua Barão de Tefé, Gamboa, Centro do Rio de Janeiro
PROGRAMAÇÃO:
. 11h – Roda dos Saberes
. 12h – Roda do Cais do Valongo
. 14h – Projeção do video documentário Memórias do Cais do Valongo (á confirmar, no Espaço Meu Porto Maravilha)
Para mais informações, clique aqui