Pará sediará o VIII Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros

0
88

CongressoPor dentro da África

Rio – Entre os dias 29 de julho e 2 de agosto, a Universidade Federal do Pará, na cidade de Belém, abrigará o VIII Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros. A instituição congrega pesquisadores negros interessados em temas pertinentes à construção e ampliação do conhecimento humano e comprometidos com as populações negras no Brasil, África e Diáspora.

A Associação Brasileira de Pesquisadores(as) Negros(as) – ABPN – constitui um dos órgãos fundamentais da rede de instituições que atuam na sociedade brasileira no combate ao racismo, preconceito e discriminação racial, com vistas à formulação, implementação, monitoramento e avaliação das políticas públicas para uma sociedade justa.

O I Congresso Brasileiro de Pesquisadores Negros, realizado de 22 a 25 de novembro de 2000 em Recife (Pernambuco), inaugurou um procedimento ao efetuar um balanço da produção recente dos pesquisadores negros e negras e de estudos que lidam com temáticas relacionadas com a situação dos afrodescendentes, especialmente no Brasil. Este congresso contou com a presença de aproximadamente 320 pesquisadores nacionais – de diversas regiões do país – e estrangeiros. A grande concentração de pesquisadores/as se deu nas seguintes áreas de conhecimento: educação, saúde, história, sociologia e antropologia.

A programação desta edição, que, de forma inédita, incorporou três eventos concomitantes: o II Seminário Internacional de Pesquisadores Negros; o I Seminário de Iniciação Científica da ABPN e o I Encontro Nacional de Pesquisadoras e Pesquisadores em Saúde da População Negra, contará com 04 conferências, 15 simpósios temáticos, 25 mesas redondas, 300 trabalhos de comunicações livres, 46 pôsteres de iniciação científica, 19 minicursos e oficinas, além de uma intensa programação artístico-cultural.

Para informações sobre inscrições e programação, clique no site

Com informações do COPENE