Escritor Mia Couto é o vencedor do Prêmio Camões 2013

0
151

Escritor moçambicano Mia Couto - Divulgação Rio – O moçambicano Mia Couto, escritor africano de língua portuguesa mais traduzido, foi escolhido por unanimidade como vencedor do Prêmio Camões 2013.

A escolha deste ano foi feita no Palácio Capanema, Rio de Janeiro. O júri foi formado por Clara Crabbé Rocha e José Carlos Vasconcelos (de Portugal); Antônio Alcir Pécora e Alberto da Costa e Silva (do Brasil) e João Paulo Borges Coelho (de Moçambique) e José Eduardo Agualusa (de Angola).

Mia Couto nasceu na Beira, em Moçambique, em 1955. Seu romance “Terra Sonâmbula” foi considerado um dos dez melhores livros africanos do século XX.

Prêmio

O Prêmio Luís de Camões foi instituído em 1988 pelos governos do Brasil e de Portugal com o objetivo de estreitar os laços culturais entre os países lusófonos, através da premiação de seus escritores mais ilustres. Com um valor equivalente a €100.000,00 (cem mil euros), esta premiação é o resultado da contribuição do Brasil e de Portugal. No Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional é a responsável pela organização do Prêmio.

Conforme o regulamento do concurso, a Comissão Julgadora é composta por seis membros designados pelo Ministro da Cultura do Brasil e pelo Secretário de Cultura de Portugal. A reunião ocorre alternadamente em Portugal e no Brasil com uma Comissão Julgadora composta por 6 jurados, sendo 2 de Portugal, 2 do Brasil e 2 membros do PALOPS (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).

Com informações da Biblioteca Nacional