Akin Mabogunje: O geógrafo nigeriano que venceu o Prêmio Vautrin-Lud

1
828

 

Geografia - NigériaPor dentro da África

Akin Mabogunje, primeiro presidente africano da União Geográfica Internacional, venceu o último Prêmio Vautrin-Lud, a maior distinção neste campo científico, para o qual não existe o Prêmio Nobel.

Instituído pelo Festival Internacional de Geografia, em Saint-Dié-des-Vosges, na França, o prêmio, chamado de Nobel da Geografia, foi concedido pela primeira vez em 1991.

“Para mim, geografia é sobre a terra e as pessoas que vivem nela, é a totalidade do meio ambiente”, disse Mabogunje, durante cerimônia de premiação em outubro de 2017.

O nigeriano de 86 anos acredita que a geografia vem ganhando mais importância conforme o homem tenta ter mais poder sobre a natureza. Em contrapartida, a natureza vem mostrando que o homem não pode avançar certas fronteiras.

“Chegamos em uma situação que o homem precisa pensar mais sobre o que está fazendo. Ele está mudando sua opinião porque está descobrindo seus limites diante da natureza, está aprendendo sobre respeitar esse limite”, disse o geógrafo reforçando seu otimismo.

*Em 1999, Mabogunje foi o primeiro africano a ser eleito como Associado Estrangeiro da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. Ele obteve seus diplomas de BA (Hons) e mestrado na UCL, seguido de um doutorado da Universidade de Londres, entre 1956 e 1961.

 

1 COMMENT