África do Sul: Hugh Masekela morre aos 78 anos

0
107

Hugh Ramopolo Masekel - Divulgação
Hugh Ramopolo Masekel – Divulgação

Nesta terça-feira, 23 de janeiro, a África do Sul se despediu de um de seus maiores músicos. O trompetista Hugh Masekela, conhecido por escrever canções anti-apartheid como “Soweto Blues” e “Bring Him Back Home”, morreu aos 78 anos.

Masekela começou a tocar trompete aos 14 anos. O seu primeiro trompete foi um presente do Arcebispo Trevor Huddleston. Mais tarde, a sua inspiração para tocar e compor vinha do protesto contra a exploração dos negros e a desigualdade. Em 1977, ele se tornou um líder do movimento anti-apartheid.

O músico, que faleceu decorrente de um câncer, era chamado de pai do jazz sul-africano. Aos 21 anos ele deixou a África do Sul para viver em exílio por 30 anos. Em 1985, Masekela fundou a Escola Internacional de Música de Botswana (BISM). Ele retornou à África do Sul para acompanhar a libertação de Nelson Mandela, em 1990.

Veja também- “As múltiplas influências do jazz sul-africano.”