Vacinação contra ebola é aprovada na República Democrática do Congo

0
59

DAklcsMXgAAjLf5

Com informações da ONU

Para conter o mais recente surto do vírus ebola na República Democrática do Congo (RDC), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) forneceu suporte técnico a 145 voluntários da Cruz Vermelha congolesa e agentes comunitários de saúde para fornecer informações de conscientização para as populações locais em áreas remotas ao longo da fronteira com a República Centro-Africana.

Sob a coordenação das autoridades nacionais de saúde e em colaboração com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o UNICEF treinou os voluntários sobre como clorar água e desinfetar casas para evitar a propagação da doença, bem como sobre a importância da lavagem das mãos e formas de adaptar as práticas locais em velórios para reduzir os riscos de contaminação nos enterros.

Incentivando as pessoas a visitar centros locais de saúde em caso de doenças durante a epidemia, o governo da RDC decidiu disponibilizar gratuitamente os serviços de saúde na zona de Likati, afetada pelo ebola.

Além disso, um voo financiado pela União Europeia ajudou o UNICEF a enviar suprimentos e medicamentos para instalações de saúde na área de Likati.