África do Sul: Pesquisadores apresentam descoberta de nova espécie de hominídeo

0
380

maxresdefault Joanesburgo – Pesquisadores da Wits University, em Johanesburgo, anunciaram, nesta quinta-feira, a descoberta de uma nova espécie de gênero humano. Chamada de Homo Naledi, ela lança luz sobre as origens da humanidade.

Os fósseis foram revelados pela primeira vez durante um lançamento internacional, no Centro do Maropeng, área conhecida como Berço da Humanidade, com a participação de representantes do governo sul-africano, pesquisadores de todo o mundo.

Em novembro de 2013, o professor Lee Berger, da área de pesquisa do Instituto de Estudos Evolutivos no Wits, anunciou que sua equipe havia descoberto um achado fóssil significativo em uma caverna conhecida como Rising Star, cerca de 50 quilômetros a nuniversidadeoroeste de Joanesburgo.

Este é o maior fóssil de hominídeo já encontrado no continente africano. Até agora, a equipe recuperou mais de 1500 elementos fósseis de, pelo menos, 15 indivíduos de uma mesma espécie que pode datar de 4 milhões de anos. Os fósseis foram encontrados em uma sala no subsolo profundo que nunca foi aberto diretamente para a superfície.

“Nós exploramos cada cenário alternativo, incluindo a morte em massa, um carnívoro desconhecido, transporte de água a partir de outro local, ou morte acidental em uma armadilha de morte, entre outros”, disse o professor Berger, indicando que isso sugere a possibilidade de uma forma de comportamento ritualizado, previamente pensado.

https://www.youtube.com/watch?v=oxgnlSbYLSc