Seminário em Moçambique discute cooperação Sul-Sul

1
178
mmm
Foto: PMA/Arssalan Serra

Com informações da ONU

Nos dias 3 e 4 de maio acontece em Maputo, capital do Moçambique, um seminário para discutir o papel da cooperação Sul-Sul no desenvolvimento de iniciativas de proteção social, segurança alimentar e nutricional e gênero no país.

O evento acontece no âmbito de dois projetos específicos, realizados em parceria por agências da ONU no Brasil, pelos governos de Moçambique e do Brasil e pelo DFID, a agência de cooperação internacional do Reino Unido. As informações são do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA).

Desde 2015 a ONU Brasil, o DFID, o governo brasileiro e o governo de Moçambique e de outros países africanos vêm trabalhando em projetos de Cooperação Sul-Sul, com o objetivo de superar a pobreza, reduzir a insegurança alimentar e nutricional e empoderar as mulheres.

As iniciativas ocorrem mais especificamente por meio dos projetos “Brasil & África: combate à pobreza e empoderamento das mulheres por meio da Cooperação Sul-Sul” e “Parcerias Nacionais para Iniciativas de Desenvolvimento Social”. O seminário quer promover reflexão sobre esses temas.

Intitulado “Parcerias inovadoras em Proteção Social, Segurança Alimentar e Nutricional e Gênero: Moçambique, Brasil, ONU e DFID”, o evento é uma oportunidade para discutir os temas de proteção social, segurança alimentar e igualdade de gênero, além de compartilhar boas práticas e lições aprendidas.

Com duração de dois dias, o seminário será estruturado em apresentações e debates. Espera-se que sejam discutidos assim cada um dos temas relacionados às iniciativas citadas, a partir das contribuições do governo brasileiro, de Moçambique e das agências das Nações Unidas parceiras.

A agenda buscará, ainda, reforçar a importância da intersetorialidade para o desenho e a implementação de programas e políticas públicas relacionadas aos temas.

Gestores públicos e operadores dos dois projetos de cooperação Sul-Sul Brasil-África, dos governos do Brasil e de Moçambique, e outras instituições internacionais envolvidas participam do evento.

1 COMMENT

  1. Campinas 06 maio 2017

    Boa noite. Sou professor e pretendo desenvolver um projeto de desenvolvimento socio-economico nos países africanos com problemas. Porém fiz várias consultas e não obtive respostas. Tenho todo tempo disponível. Gostaria de ter sua ajuda para começar o mais rápido possível. Obrigado e fico no aguardo.