General brasileiro comandará missão da ONU na RDC

0
55

Foto: Marie Frechon - ONU Rio – O general do Exército Carlos Alberto dos Santos Cruz comandará quase 20 mil militares de 20 países na Missão de Estabilização da Organização das Nações Unidas (ONU) na República Democrática do Congo (Monusco, na sigla em inglês).

Para o ministro da Defesa, Celso Amorim, trata-se de uma homenagem pelo excelente trabalho que ele desempenhou à frente da Minustah, no Haiti, e um novo sinal de reconhecimento internacional à atuação dos militares brasileiros não só no Haiti, mas nas missões de paz das Nações Unidas como um todo.

O convite para assumir a Monusco foi confirmado por meio de comunicado das Nações Unidas aos Ministérios das Relações Exteriores e da Defesa. O mandato será exercido pelo Brasil no período de 12 meses, podendo ser ampliado de acordo com as necessidades da ONU. O general Santos Cruz, o único brasileiro a compor a missão, avaliou que terá um grande desafio pela frente, em que o emprego da força militar nunca pode ser descartado.

Com informações do Ministério da Defesa