Após campanha, amigos custeiam o translado do corpo de estudante cabo-verdiano

0
52

Paulo Romão – Arquivo Pessoal – Cabo Verde

Por dentro da África

Após uma campanha de doações, amigos do estudante cabo-verdiano Paulo Romão, de 24 anos, conseguiram custear o translado do corpo dele para Porto Novo, em Cabo Verde, onde será sepultado neste domingo. Paulo teve morte cerebral confirmada após ser atropelado na última quarta-feira (15), em Fortaleza, Ceará, onde vivia há três anos.

Natural de Santo Antão, o estudante que cursava Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Faculdade integrada do Ceará, foi atropelado na Avenida Santos Dumont por um motorista que fugiu sem prestar socorro. Ele ainda foi levado para Instituto José Frota, mas não resistiu. O caso foi registrado na 34ª Distrito Policial.

Estudantes cabo-verdianos no Brasil prestam a última homenagem a Paulo Romão

Sem o apoio de autoridades governamentais ou da embaixada de Cabo Verde no Brasil, familiares e amigos organizaram uma campanha para arrecadar R$20 mil para o translado. Em apenas três dias de campanha, eles alcançaram o valor necessário. Na sexta-feira, os estudantes organizaram uma missa em Fortaleza para a despedida antes do translado para Cabo Verde. Neste domingo, o sepultamento foi marcado para às 16h, em Porto Novo, Cabo Verde.

Agora, a Associação de Estudantes de Cabo Verde no Ceará se mobiliza para buscar justiça e identificar o carro onde estavam os criminosos que fugiram. Os estudantes aguardam a liberação das imagens da câmera de trânsito que ficava na avenida.