No Sudão do Sul, mulheres fogem da violência de gênero

0
  •  
  •  

. Photo: Tiril Skarstein/NRC.
. Photo: Tiril Skarstein/NRC.

Com informações da ONU 

No Sudão do Sul, dezenas de milhares de mulheres fugiram para os campos de proteção de civis da ONU, buscando abrigo para si e seus filhos, longe da violência doméstica e de gênero. Lá, elas recebem apoio prático para agir contra abusadores e possuem um espaço para opinar sobre questões como o casamento forçado e violência doméstica.

Em 9 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um estado independente. Além da divisa com o Sudão ao norte, o Sudão do Sul faz fronteira a leste com a Etiópia, ao sul com o Quênia, Uganda e República Democrática do Congo e a oeste com a República Centro-Africana.


  •  
  •