Episódio #17 – Alimentos, práticas e paisagens alimentares em Cabo Verde, com Kaian Lam

0
  •  
  •  

Na edição de número 17, o Por Dentro da África Podcast conversou com Kaian Lam, recém doutorada em Estudos Africanos pelo Iscte-IUL e Investigadora do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI-IUL). A estudante chinesa, que vive em Macau, trabalhou nos últimos 3 anos sobre a importância da alimentação em Cabo Verde.

“Graças a Deus, não nos faltam as coisas mais importantes: Food, Foodways and Foodscapes of a West African Creole Nation” é o título da sua tese. A alimentação é o fio condutor da pesquisa de Kaian Lam que para além de abordar as práticas alimentares, as dietas e importância econômica da atividade em si também aponta o ato como elo entre gerações e a base das relações sociais cabo-verdianas.

O Arquipélago de Cabo Verde, composto por 10 ilhas das quais 9 habitadas, vive atualmente um período mais áureo e até bem posicionado economicamente na região da África Ocidental. No passado, a seca foi um fator de insegurança alimentar, mas atualmente o país colmatou o problema com a importação de cereais. Segundo Kaian Lam, mais de 90% de cereais entre milho, trigo e arroz são importados e doados.

A agricultura ainda é uma prática de subsistência para muitas famílias cabo-verdianas, moldou comportamentos e atitudes que levaram a pesquisadora a concluir que “a alimentação não é apenas um conjunto de questões econômicas, mas é antes um fato social total. Não há uma tradição, nem há uma modernidade, a realidade vivida é mista e paradoxa. A tradição como entendemos jamais é antiga, pelo contrário, ela é moderna e sintética” afirma a pesquisadora.

No estudo, Kaian Lam adota uma abordagem interdisciplinar arriscada, mas possível no campo dos Estudos Africanos. Para além de teorias sociológicas, a investigadora apoia-se numa perspectiva cultural e também africana suportada pelo teórico Felwine Sarr e a sua ideia de sociedade humana que engloba a reflexão sobre a terra e elementos naturais.

O trabalho de campo foi realizado também em Portugal com a comunidade cabo-verdiana. E foi segundo Kaian Lam, uma experiência antropológica fascinante.

Leia um dos muitos artigos da pesquisadora – De cultura a kultura: A tradição oral cabo-verdiana

Ficha técnica do episódio
Ouça os episódios anteriores

Conheça o hotsite e a equipe


  •  
  •