O podcast de divulgação científica do Por dentro da África se apresenta como uma importante ferramenta para divulgação de pesquisas e investigações que compõem o campo dos Estudos Africanos.
Partimos do pressuposto de que as informações sobre o continente africano, quando não negligenciadas, em geral, são enviesadas por uma abordagem com exagerada ênfase nas tragédias da região em detrimento dos potenciais de desenvolvimento humano, social, econômico e científico.
Sem meios de divulgação mais amplos, estas informações não circulam fora das instituições de ensino e tornam-se restritas aos meios acadêmicos falhando na tarefa de propagar e promover o conhecimento na sociedade e de pautar o debate em torno dos temas relevantes.
A opção pelo podcast como ferramenta de comunicação mostra sua importância se levarmos em consideração a carência de um programa neste formato voltado à divulgação científica na área dos Estudos Africanos em língua portuguesa.

Objetivos

Podcast para divulgação científica relacionadas ao continente africano.

O programa terá veiculação semanal, com duração de, no máximo, 45 minutos. O podcast terá três hosts (apresentadores) e pelo menos um entrevistado, que será convidado para apresentar uma pesquisa ou debater um tema de interesse no campo dos Estudos Africanos.
Sempre que possível o programa estimulará a participação de pessoas de origem africana ou afrodescendente. Também será um território sem fronteiras no espaço da lusofonia, promovendo a integração e a cooperação entre os países de língua portuguesa.

Equipe

Natalia da Luz

Jornalista com cobertura em 13 países africanos, pós-graduada em História e Cultura Afrodescendente e doutoranda em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUl. Nos últimos anos, trabalhou para agências das Nações Unidas.

Trabalhou como correspondente para veículos como Jornal do Brasil, Globo.com e PressTV (TV do Irã). Desde 2007, realiza coberturas especiais em países como África do Sul, Moçambique, Eswatini, Namíbia, Tunísia, Líbia, Togo, Gana, Mali, Etiópia, Angola e Quênia.

Em 2013 (sem qualquer apoio financeiro) criou o Por dentro da África, veículo que reúne cerca de 20 colaboradores (especialmente africanos) e mais de 520 mil seguidores no Facebook.

Por conta do seu trabalho em Por dentro da África foi uma dos 12 jornalistas de todo o mundo selecionados para o Governance Reporting Fellowship, da Thomson Reuters Foundation, em Londres, em 2013. Também pelo trabalho desempenha foi homenageada durante a Conferência da Paz realizada pelo African Centre for Peace Building.

Alexandre Costa Nascimento

Jornalista, especialista em Geopolítica e Relações Internacionais, mestre e doutorando em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL. Pesquisa a adaptação tecnológica e o uso de bicicletas em África.

É autor do livro “Mais que um Leão por Dia” sobre a experiência de ser o primeiro ciclista brasileiro a cruzar o continente africano pedalando do Cairo à Cidade do Cabo no lendário Tour d’Afrique.

Entre janeiro e maio de 2013, percorreu Egito, Sudão, Etiópia, Quênia, Tanzânia, Malauí, Zâmbia, Zimbábue, Botsuana, Namíbia e África do Sul. É criador e publisher do blog Ir e Vir de Bike, onde escreve sobre mobilidade urbana sustentável, cicloturismo e cicloativismo.

Ministrou dezenas de palestras e seminários sobre mobilidade urbana, segurança no trânsito e cicloativismo em fóruns, empresas e universidades no Brasil e no exterior. Entre 2008 e 2013, trabalhou como repórter e editor no jornal Gazeta do Povo (Paraná).

Claudia Leal

Jornalista, formada em Linguística e Literatura, mestranda e doutoranda em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL. É revisora linguística de manuais escolares e obras literárias da Editora das Letras em Angola.

Começou a carreira de jornalista e pivot na Televisão de Moçambique onde realizou viagens presidenciais e cobriu várias conferências internacionais. Em 2005 viajou para Angola onde trabalhou com a Rádio OCHA/IRIN das Nações Unidas em programas de desminagem, desmobilização e reassentamento da população.

Em 2009 foi o primeiro rosto feminino do Jornal Nacional da TV ZIMBO, a primeira televisão privada angolana. Escreveu para várias revistas entre elas a revista de moda Chocolate. Já em Portugal, de 2012 a 2019 apresentou o programa Bem-vindos da RTP África. Um programa que promove talentos e divulga o melhor do continente africano. É mestre de cerimónias por paixão a causas, é membro da OMM – Organização da Mulher Moçambicana e mãe de 4 filhos maravilhosos! Tem um livro de poesia publicado e pretende em breve realizar a sua 1ª maratona!

Nayara Homem

Comunicadora, multiartista e doutoranda em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL. Em sua trajetória, a artista trabalha com temas ligados à cultura africana e afro-brasileira, principalmente em Salvador, na Bahia.

Alguns dos projetos que levam sua assinatura na concepção visual da maquiagem são: DVD das Ganhedeiras de Itapuã; show “Trovão” de Larissa Luz; vídeo arte “Ijó Mimó” com Inaicyra Falcão, Negrizu e direção e concepção Ayrson Heráclito; o documentário “Nosso Sangue, Nosso Corpo” estrelado por Nathália Correia (ganhador do Emmy 2019); o documentário “Porfírio do Amaral – uma verdade sobre o samba”; o espetáculo circense “Black Circo Power” do Grupo DuduOdara; e a oficina Corpo Artístico, vivência inspirada na pintura corporal das tribos do Vale do Rio Omo.

Atualmente, se debruça sobre uma pesquisa voltada para o humor, comicidade e a palhaçaria africana em seu doutorado.