‘Sua mensagem ao mundo motivará e inspirará as pessoas’, diz Ban Ki-moon à equipe de refugiados

0
  •  
  •  

ban-team-refugees-e1470349191331Com informações da ONU

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chegou nesta quinta-feira (4) ao Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos. Banparticipará da cerimônia de abertura da Rio 2016, marcada para a noite desta sexta-feira (5). Também está previsto que ele leve a tocha olímpica, entre outras atividades.

Uma das primeiras atividades do chefe das Nações Unidas foi na Vila Olímpica, onde estão as equipes participantes do evento esportivo. Em uma de suas das primeiras atividades, Ban se reuniu com a Equipe Olímpica de Refugiados, composta por dois nadadores sírios, dois judocas da República Democrática do Congo e seis corredores – um da Etiópia e cinco do Sudão do Sul.

Está é a primeira equipe de refugiados na história dos Jogos Olímpicos. “Sei que vocês passaram por experiências e histórias muito tristes, muito terríveis, mas vocês são uma fonte de inspiração para todos nós. Suas histórias são tristes e, ao mesmo tempo, podem ser uma fonte de esperança para muitas pessoas”, disse Ban Ki-moon durante o encontro.

“A mensagem de vocês para o mundo de fato motivará e inspirará as pessoas para enviar uma mão amiga”, afirmou.

Ban lembrou que há atualmente 65 milhões de pessoas deslocadas em todo o mundo – dentro ou fora de seus países de origem –, destacando que trata-se do maior número de deslocados desde o final da Segunda Guerra Mundial.

“Portanto, temos sérios problemas. O (Comitê) Olímpico Internacional (COI) deu início a [um programa] com o objetivo de dar uma sensação de esperança para muitas pessoas como vocês”, acrescentou Ban, afirmando que seus talentos no esporte “haviam sido escondidos e simplesmente abandonados pela comunidade internacional”. Agora, acrescentou ele, os atletas poderão “mostrar sua força, sua capacidade de ir mais alto, de correr mais rápido, e se tornar mais forte”.


  •  
  •