Rio de Janeiro recebe exposição ‘Mãe Preta – memória da escravidão, maternidade e feminismo’

0
  •  
  •  

Marc Ferrez/Coleção Gilberto Ferrez/Acervo Instituto Moreira Salles. Partida para a colheita do café, c.1885, Vale do Paraíba
Marc Ferrez/Coleção Gilberto Ferrez/Acervo Instituto Moreira Salles. Partida para a colheita do café, c.1885, Vale do Paraíba

Com informações da Exposição de Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa

As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas desde meados do século XIX ao início do século XX, são o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa para a exposição MÃE PRETA, com a curadoria de Marco Antonio Teobaldo, na Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea, do Instituto de Pesquisa e Memória dos Pretos Novos (IPN), na Gamboa, Rio de Janeiro, até o dia 25 de setembro.

A exposição deixará como legado uma reformulação da biblioteca do IPN, onde uma nova seção feminista reunirá títulos de autoras negras e obras sobre protagonismo negro. Além disso, uma área voltada para a literatura infanto-juvenil destacará títulos onde crianças negras são protagonistas. As paredes da biblioteca terão retratos de heroínas negras desde Anastácia, Tereza de Benguela e Nzinga de Angola às feministas afro-brasileiras Lélia Gonzalez e Sueli Carneiro, entre outras mulheres que representam as conquistas sociais, luta e resistência da mulher negra no Brasil.

O trabalho se propõe a contribuir para o debate sobre a memorialização da escravidão, que ocorre no Rio de Janeiro desde a descoberta do sítio arqueológico do Cais do Valongo, em 2010, com o resgate de parte da história da cidade e do Brasil até então soterrada. A programação da exposição inclui palestras e oficinas com historiadores da escravidão, escritoras e artistas negras que ativarão o espaço com reflexões sobre a representação de raça e gênero na sociedade. Uma publicação em papel jornal, suporte muito usado pela imprensa abolicionista, será distribuída gratuitamente.

 

MÃE PRETA

Exposição de Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa

Curadoria de Marco Antonio Teobaldo

Local: Galeria Pretos Novos  de Arte Contemporânea

  1. Pedro Ernesto, 32/34,Gamboa, Rio de Janeiro, RJ

+55 21 2516-7089

 

Entrada franca

 


  •  
  •