ONU pede eleições inclusivas e transparentes na Guiné

0
  •  
  •  

Mulher vota na capital da Guiné, Conakry, em 2010. Foto: IRIN/Nancy PalusRio – A Comissão de Construção da Paz das Nações Unidas pediu que a República da Guiné realize eleições livres, inclusivas e transparentes.

Governo e oposição assinaram em 3 de julho um acordo para a realização das eleições legislativas em setembro. A Comissão saudou os líderes políticos por “terem escolhido o caminho do diálogo e do compromisso” e pediu que o calendário seja cumprido e que todas as medidas sejam tomadas para garantir uma votação em segurança.

Em março, o país sofreu uma onda de protestos que deixou vários mortos e centenas de feridos.

Além da Guiné, Burundi, Guiné-Bissau, Libéria, República Centro-Africana e Serra Leoa são acompanhados pela Comissão, criada em 2005 para ajudar os países que saem de conflitos a fazer uma transição irreversível da guerra para a paz sustentável.

Com informações da ONU


  •  
  •