Cerca de 700 pessoas estão desaparecidas após naufrágio na costa da Líbia

0
  •  
  •  

Photo: UNHCR / A. D’Amato

Por dentro da África

Com informações da ONU

Rio – De acordo com relatos iniciais, o barco com cerca de 700 pessoas virou em águas líbias neste domingo, a cerca de 180 quilômetros ao sul da ilha italiana de Lampedusa. Apenas 50 migrantes foram resgatados até agora. Neste momento, navios das marinhas italiana e maltesa se encontram na área para realizar operações de resgate.

O incidente acontece alguns dias após uma tragédia marítima semelhante que levou à morte mais de 400 pessoas. Se o número de mortes se confirmar, mais de 1.600 pessoas terão morrido este ano ao tentar cruzar o Mediterrâneo para chegar à Europa.

Por conta da instabilidade na Líbia desde a queda do ditador Muammar Gaddafi, em 2011, e pela proximidade de sua costa da Itália, o país tem sido um dos principais pontos de partida dos grupos de refugiados que tentam chegar à Europa.

Veja também: “A Líbia vivencia um conflito que coloca o país em risco”

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou neste domingo seu choque e profunda tristeza com a notícia. Um evento tão catastrófico indica outra vez a necessidade de um mecanismo eficiente de salvamento dos migrantes que naufragam, destinado a evitar futuras tragédias.

 


  •  
  •