Dez anos de Darfur: ONU diz que conflito só pode ser resolvido politicamente

0
  •  
  •  

Tropas em Darfur - Foto: ONU Rio –  De acordo com a declaração do chefe da Missão Conjunta da União Africana e das Nações Unidas para Darfur (UNAMID), Mohamed Ibn Chambas, em meio aos combates entre as forças governamentais e os rebeldes sudaneses, começou uma onda de ataques contra as forças de paz.

– À medida em que entramos no décimo ano do conflito em Darfur, é evidente que a única solução deverá ser política – disse Chambas ao Conselho de Segurança da ONU em Nova York. O chefe da Missão também pediu esforços intensificados para acelerar o processo de paz, que de acordo com ele, estava sendo implementado em “um ritmo inaceitavelmente lento”.

Chambas afirmou que os confrontos são “particularmente preocupantes”, diante do aumento da militarização e da proliferação de armas entre os civis em Darfur – acompanhado pela deterioração das condições humanitárias. Somente em 2013, a população deslocada soma mais de 250 mil pessoas.

O incidente mais recente ocorreu no dia 13 de julho, quando sete soldados da Tanzânia foram mortos e outros 17 membros da missão ficaram feridos em uma emboscada. De acordo com Chambas, o Governo do Sudão iniciou investigações sobre o caso.

O dirigente afirmou que durante as suas negociações com os líderes regionais, três chefes de Estado – de Uganda, Tanzânia e Chade – concordaram em persuadir grupos não-signatários a renunciar à violência e negociar com o governo do Sudão, sem condições prévias.

Com informações da ONU 


  •  
  •