Projeto na Bacia do Níger melhora a gestão de recursos hídricos na região

0

Foto: Banco Mundial/Dominic Chavez
Foto: Banco Mundial/Dominic Chavez

Com informações do Banco Mundial

O rio Níger é uma das poucas fontes constantes de água nas terras áridas e semi-áridas da região do Sahel da África. Por milhares de anos, ele tem dado suporte para comunidades de agricultores.

Sete dos dez países da bacia estão entre os 20 mais pobres do mundo. Mas apesar de tantos desafios, os países da Bacia do Níger têm desenvolvido uma das organizações de gestão de rios mais progressistas do mundo, o Níger Basin Authority (NBA), que oferece um forte e cooperativo quadro jurídico para governar recursos hídricos, e promove a colaboração sobre potenciais investimentos entre os países com fronteiras no rio. 

A Bacia inclui Benim, Burkina Faso, Camarões, Chade, Costa do Marfim, Guiné, Mali, Níger e Nigéria. Os investimentos em usinas hidrelétricas, reservatórios, sistemas de irrigação e dos serviços da navegação podem ajudar a reduzir a pobreza e aumentar a prosperidade partilhada nos países da região. Esses investimentos podem contribuir significativamente para o crescimento econômico, segurança alimentar, resiliência do clima, e melhorar os meios de vida.

Como outros projetos de infraestrutura transformadoras em todo o mundo, a iniciativa tem potencial para ajudar a resolver os desafios energéticos e hídricos da bacia do Níger é enorme – e como todos os outros, tem impactos potenciais consideráveis.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here